Paris dos Trópicos: Manaus do século XIX

10 abr

Avenida Eduardo Ribeiro

Publicado por Carlos Zamith   em Ruas de Manaus

2239015703_c179cab54d[1]Eduardo Gonçalves Ribeiro, nasceu no Maranhão, no dia 18 de setembro de 1862 e faleceu no dia 14 de outubro de 1900; era conhecido pelo apelido de pensador, em decorrência de ter participado ativamente dos movimentos republicanos e ter editado o jornal O Pensador, no Maranhão. Governou o Amazonas no período de 23 de julho de 1892 a 23 de julho de 1896.

No governo, mandou fazer o Teatro Amazonas, o Reservatório do Mocó, a Ponte de Ferro da 7 de Setembro, o Palácio de Justiça e inúmeras outras obras, transformando Manaus na conhecida Paris dos Trópicos; dinheiro não faltava, quanto mais gastava, mais os cofres enchiam, advindos dos impostos da comercialização da borracha.

Logo nos primeiros anos da administração, o governador Eduardo Ribeiro anunciou a desapropriação de vários terrenos daquela rua, justificando que com este ato estava transformando-a assim em uma Avenida de um belo aspecto. Uma das primeiras menções sobre o projeto da avenida Eduardo Ribeiro foi feita pelo diretor de Obras Públicas, Armênio de Figueiredo, em junho de 1893, ao afirmar que a mesma teria trinta metros de largura e mil e sessenta de comprimento e se estendia entre a nova rampa e a fachada do novo Palácio (Palácio da Justiça que foi inaugurado em 1900). Na época da construção do palácio, ela é citada com freqüência nos relatos como avenida do Palácio.

Por muitas décadas, a avenida Eduardo Ribeiro manteve-se como a principal via da cidade, mesmo depois do advento da Zona Franca; com o crescimento acelerado da cidade e com a intensificação do trânsito, tornou-se proporcionalmente pequena. Permanece como uma avenida comercial de grande importância para a cidade, mas ultimamente foram-lhe impostas algumas modificações em função da facilitação do trânsito de veículos, não havendo, todavia, maior preocupação com o seu embelezamento.

Vejamos agumas fotos da nossa mais luxuosa Avenida, em ordem cronológica:

2420f54e2ce2d94ef37690323ab0223d_L

Avenida Eduardo Ribeiro que no início se chamava Avenida do Palácio (1902)

9da729049c6c126002a62b3d7afa27e4_L

A intensa corrente de automóveis, carruagens descobertas e de tramways elétricos pela grande artéria (1910)

Avenida Eduardo Ribeiro em Manaus (AM6

As fachadas de antigas construções hoje são camufladas por grandes placas de propaganda

Avenida Eduardo Ribeiro em Manaus (AM)7

A arborização da avenida encontra-se hoje totalmente extinta

Pça_da_matriz

O início da avenida Eduardo Ribeiro que inicia-se no Centro, no Porto de Manaus e na Praça da Matriz, cruza com a Avenida 7 de Setembro, atravessa as ruas Rua 24 de Maio e 10 de Julho e passa o Palácio da Justiça

P1010300

Estação dos ônibus de madeira na Avenida Eduardo Ribeiro

Avenida Eduardo Ribeiro em Manaus (AM8

Avenida Eduardo Ribeiro, década de 60

6923

Final da avenida Eduardo Ribeiro, vista do Instituto de Educação do Amazonas – IEA (1970)

3004758007_13b9c829e1_b

Avenida Eduardo Ribeiro, em 1977, com destaque para a loja Credilar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: