Jobson brilha, Botafogo bate Vitória e encerra longo jejum

1 ago

Na restreia de Maicosuel, foi Jobson quem brilhou e marcou dois gols na vitória do Botafogo sobre o Vitória por 3 a 1, na tarde deste domingo, no Barradão, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado quebrou o jejum de oito jogos sem vencer no Brasileirão, que já durava dois meses. A vitória deixa o Alvinegro fora da zona de rebaixamento. Júnior diminuiu o placar para os donos da casa.

Na próxima rodada, o Botafogo pega o Atlético-MG, às 18h30, no Engenhão, na partida que marcará a reestreia de Mago no Rio de Janeiro. Já o Vitória irá até a São Januário encarar o Vasco, às 18h30. Antes, na quarta-feira, os baianos encaram o Santos, em Salvador, na finalíssima da Copa do Brasil.

MAIS BRASILEIRÃO:
Palmeiras e Corinthians só empatam: ruim para os dois
Diante de 60 mil pessoas, Flamengo e Vasco ficam no 0 a 0
Cruzeiro vence Atlético no jogo de uma só torcida e afunda rival
Grêmio e Inter não saem do 0 a 0 no Beira-Rio
Grêmio Prudente perde dois pênaltis no fim e Santos vence
Avaí goleia Goiás e segue invicto após a Copa

Gramado atrapalha e poucas oportunidades são criadas

Pouca emoção na etapa inicial do confronto no Barradão. Com o campo muito castigado pela chuva, os dois times criaram poucas oportunidades para abrir o placar. Mesmo com o time misto, foi o anfitrião quem criou as jogadas mais perigosas. Logo no início, Ricardo Conceição arriscou um chutaço da intermediária, mas Jefferson, com dificuldade, realizou a defesa.

O Botafogo até tentou responder e pressionar o adversário no campo de ataque, porém, foi pouco efetivo. Nas jogadas que tentou, esbarrou na tranquila defesa do Vitória. Responsável por armar as jogadas, o estreante Maicosuel, bem marcado, pouco apareceu no primeiro tempo. Na única jogada que tentou, prendeu demais a bola, facilitando o desarme dos jogadores adversários.

Em contra-ataque, por pouco os donos da casa não marcaram o primeiro gol. Aos 17 minutos, Soares recebeu a bola dentro da área, girou e tocou para o companheiro Júnior, livre. Atento, Fahel deu um toque providencial na bola e afastou o perigo. Sumido no primeiro tempo, Herrera tentou o chute, aos 25 minutos, mas acabou fazendo falta em Ricardo Conceição, interrompendo o que seria o primeiro gol do Alvinegro.

Nos últimos minutos, o Vitória pressionou na tentativa de sair do primeiro tempo vencendo, mas não conseguiu furar o forte bloqueio da zaga do Botafogo. No final, Jefferson mostrou por que foi convocado pelo técnico Mano Menezes para estar na Seleção Brasileira. Aos 34, Júnior apareceu livre dentro da pequena área, chutou no canto esquerdo, mas o camisa 1 saltou para evitar o gol dos rubro-negros.

Jobson marca dois e quebra jejum no Brasileirão

Na volta do intervalo, a partida mudou completamente e ganhou muito em emoção no Barradão. Logo aos 2 minutos, Jobson driblou Egídio pela direita e bateu forte na bola, mas ela passou longe da meta de Viáfara. No entanto, o Vitória não se abateu e, logo em seguida, respondeu com Egídio. Dentro da área do Glorioso, o lateral-esquerdo, aos 7 minutos, cruzou perigosamente da esquerda na tentativa de achar Júnior. Atenta, a zaga do Botafogo promoveu o corte providencial para o escanteio.

Insatisfeito com o rendimento de Lucio Flavio e Herrera, o técnico Joel Santana promoveu as entradas de Edno e Caio, respectivamente. E no primeiro lance em campo, Edno criou uma grande oportunidade para o Bota. Próximo da área, ele tocou para o meio. Livre, Fahel tinha tudo para fazer o primeiro gol do jogo mas, afobado, chutou na rede pelo lado de fora.

Há pouco minutos do fim, o jogo que era pouco movimentado, ganhou em emoção. Três gols foram marcados em três minutos. Marcado por três adversários, Jobson encontrou espaço e apareceu para desviar e balançar as redes do Vitória. No minuto seguinte, Renato cruzou pela esquerda e Júnior cabeceou para bater Jefferson. Entretanto, Jobson queria que o Glorioso vencesse após oito partidas e bateu cruzado, aos 38, para colocar o Botafogo à frente e dar a terceira vitória no Brasileiro. No último minuto, o endiabrado atacante deu um belo drible e chutou de esquerda, dando números finais ao placar: 3 a 1.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 1 X 3 BOTAFOGO

Estádio: Barradão, Salvador (BA)
Data-Hora: 1/8/2010 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Carlos Bernenbrock (SC) e Marcio Eustáquio Sousa Santiago (MG)
Renda e público: Não disponíveis.
Cartões amarelos: Alessandro (BOT)
Gols: Edno 36’/2ºT (0-1), Júnior 37’/2ºT (1-1) e Jobson 38’/2ºT (1-2) e 48’/2ºT (1-3)

VITÓRIA: Viáfara, Jonas, Wallace, Renê e Egídio; Vanderson, Ricardo Conceição, Bida e Thiago Humberto (Renato 26’/2ºT); Júnior e Soares – Técnico: Ricardo Silva.

BOTAFOGO: Jefferson, Antônio Carlos, Fahel e Fábio Ferreira; Alessandro, Leandro Guerreiro, Lucio Flavio (Edno 9’/2ºT), Maicosuel (Marcelo Mattos 31’/2ºT) e Marcelo Cordeiro; Herrera (Caio 9’/2ºT) e Jobson – Técnico: Joel Santana.

Fonte: http://www.bfr.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: