Mais três pontos na conta

1 set

Botafogo vence o Grêmio Prudente fora de casa por 1 a 0

Grandes defesas de Jefferson no primeiro tempo e um gol de oportunismo de Maicosuel na etapa final definiram a vitória do Botafogo por 1 a 0 sobre o Grêmio Prudente, nesta quarta-feira, no Prudentão. O time chegou a 30 pontos, mantendo-se na zona de classificação para a Libertadores. O próximo adversário é o Grêmio, domingo, no Stadium Rio.

O início do jogo mostrou bem as características das equipes. O Prudente tentava na velocidade, sobretudo com Henrique Dias, que obrigou Jefferson a fazer duas boas defesas antes dos 15 minutos. Já o Botafogo tinha o retorno de Loco Abreu e o jogo aéreo sempre perigoso. No melhor lance, Herrera ajeitou, mas Marcelo Cordeiro, livre, não finalizou como queria, aos 15.
O toque de bola do Botafogo começava a aparecer bem, mas o time não conseguia finalizar com perigo. Do outro lado, havia o perigo do contra-ataque. Novamente Henrique Dias teve a chance diante de Jefferson. E outra vez o goleiro alvinegro levou a melhor, com grande defesa, aos 24.
Com o Prudente crescendo no jogo, o camisa 1 teve de aparecer de forma decisiva também em chute de Rafael Martins. O Botafogo ameaçava pelo alto. Aos 39, Loco Abreu ajeitou e Marcelo Cordeiro desperdiçou, em lance que Somália estava melhor posicionado para o chute. Já em cobrança de falta, Maicosuel quase abriu o placar.
No começo da segunda etapa, as chances ficaram raras. O jogo ficou nas intermediárias, pois os dois times erravam muitos passes na armação das jogadas. Joel Santana já havia mudado o esquema, adiantando Leandro Guerreiro, e teve de começar a trocar jogadores. Assim, Edno entrou no lugar de Herrera.
A alteração melhorou um pouco o Botafogo e o jogo, ainda muito amarrado. Mas ainda nada que fosse suficiente para criar lances de perigo. Joel, de novo, resolveu mudar: tirou Loco Abreu para a entrada de Renato. E a estrela do treinador apareceu quando o meia arrancou e tocou para Maicosuel invadir a área e abrir o placar, aos 30.
Renato apareceu bem também em chute rente à trave pouco depois. Embora em vantagem, o Botafogo não era ameaçado e conseguia trocar passes com facilidade. Na gíria do futebol, cozinhava o jogo, e estava mais perto do segundo gol. No fim, nem precisou: 1 a 0, e mais três pontos na conta.
Botafogo: Jefferson, Antônio Carlos, Leandro Guerreiro e Fábio Ferreira; Alessandro, Marcelo Mattos, Somália, Maicosuel (Lucio Flavio) e Marcelo Cordeiro; Herrera (Edno) e Loco Abreu (Renato). Técnico: Joel Santana

Danilo Santos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: