Vitória escapa

5 set

4/9/2010 – 20h22 – Atualizado em 4/9/2010 – 20h22

Botafogo joga bem, mas perde chances e cede o empate ao Grêmio: 2 a 2

Não adiantou jogar bem, abrir 2 a 0 e ter diversas oportunidades de gol. Em duas bobeadas, o Botafogo levou o empate do Grêmio no segundo tempo: 2 a 2, neste sábado, no Stadium Rio. Antônio Carlos e Herrera marcaram para o Alvinegro, enquanto Jonas fez os dois do adversários. O time chegou aos 31 pontos e tem como próximo adversário o Santos, quinta-feira, em São Paulo.

O Botafogo teve um início de jogo espetacular. Comandado pelo rápido e objetivo Maicosuel, o time se lançou ao ataque, soube trocar passes de forma organizada e abriu 2 a 0 em apenas 20 minutos, sem dar qualquer chance ao Grêmio.

Se o Mago não conseguiu marcar em bela jogada em que driblou Vilson e bateu para fora, ele foi preciso ao cobrar o escanteio no qual Antônio Carlos subiu com estilo e tocou de cabeça no canto, aos 16. Quatro minutos depois, Maicosuel participou da jogada pela esquerda, mas os méritos maiores são para Marcelo Mattos, pela assistência, e para Herrera, pela conclusão precisa no canto esquerdo de Victor.

Com a vantagem no placar, o time passou a se postar defensivamente e buscar contra-ataques. Com Jefferson sempre seguro lá atrás, realizando inclusive grande defesa em chute de Borges, só faltou acertar os contra-golpes para deixar a etapa inicial ainda melhor. No ataque mais perigoso, Herrera bateu por cima, quando tinha companheiros mais bem posicionados.

Esse panorama se manteve no início do segundo tempo. A diferença foi que o Botafogo errou na parte defensiva, o que ainda não havia acontecido, e o Grêmio aproveitou. Leandro Guerreiro não afastou e Jonas bateu sem chances para Jefferson, aos 8.

Para evitar pressão gremista, Joel Santana tirou Fahel e colocou Caio, aumentando a velocidade no contra-ataque. Em boa jogada, o atacante deixou Herrera livre, mas o argentino errou o passe para Loco Abreu. Já em lance de Maicosuel com Marcelo Cordeiro, aos 19, o uruguaio não conseguiu a conclusão.

Com Edno na vaga de Loco Abreu, o Botafogo seguiu tendo boas chances. Edno e Antônio Carlos quase marcaram, mas houve um lance incrível aos 33. Renato entrou driblando, bateu prensado; no rebote, acertou a trave direita; após Maicosuel ajeitar, chutou para a zaga tirar gol certo; e a bola ainda sobrou para Caio cabecear por cima.

Como quem não faz leva, de acordo com máxima do futebol, o Botafogo foi castigado aos 40. Em cobrança de falta de Lucio, Jonas cabeceou para empatar. Marcelo Mattos ainda quase marcou no fim, mas não deu. Uma tremenda injustiça.

Danilo Santos


Antônio Carlos fez o primeiro gol do jogo (AGIF / Reprodução Proibida)

Anúncios

Uma resposta to “Vitória escapa”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: